--Em 1965, um mestre espiritual deixa a Índia, mais especificamente a cidade de Vrindavana, norte da Índia, e, viajando em um velho cargueiro, desembarca nos Estados Unidos. Sua divina graça a.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada traz em sua bagagem a nata da cultura védica e livros, que traduz para o inglês em sua missão de trazer para o ocidente a cultura e a filosofia milenar, antes privilégio dos mais eruditos filósofos hindus. Em Nova York, no central park, num ambiente propício junto aos jovens e a contra-cultura, Srila Prabhupada inspira centenas de pessoas a cantar, estudar e louvar Krshna. Começam a surgir vários templos e ashrams no ocidente em vários paises e George Harisson dos Beatles, cria nos arredores de Londres, em uma fazenda, um templo que existe até hoje. Neste mesmo momento nas montanhas de Teresópolis, Rio de Janeiro, Sergio Leite Pereira compra uma terra onde se dedica integralmente ao estudo Vaishnava. Sergio vai ao encontro de Prabhupada em Nova York e recebe de seu mestre, sua iniciação espiritual, passando a utilizar o nome de Shatru Kotivinasana Das. Shatru pede a Prabhupada um nome para sua fazenda em Teresópolis e Prabhupada com os olhos fechados em meditação diz: VRAJABHUMI
Lugar sagrado, onde se situa Varsana, terra de aparecimento de Krshna e Radharani. Shatru ergueu um templo nessas terras agora sagradas. Desde então, monges e pessoas espiritualizadas tem feito de Vrajabhumi, um local de paz, amor e elevação espiritual, onde se realiza e se respira o verdadeiro sentido da palavra Bhakti Yoga, Um local aberto para a energia de uma nova era, a era do avatar dourado.