"Dentro de um processo de evolução espiritual, Gaura Mandir foi o local onde me encontrei. Foi onde redefini os caminhos que deveria seguir, nosso objetivo de vida, o respeito à vida e às leis da natureza". -- Dr. Alberto Arbex

O grau de consciência alimentar e a consciência espiritual
--É perfeitamente possível conhecer o grau de evolução espiritual de uma pessoa simplesmente observando a sua alimentação. As pessoas mais adiantadas na Senda da Vida apresentam certa independência quanto à necessidade de comer, ou seja, não são preocupadas com comida, embora escolham meticulosamente o que irão comer: evitam os alimentos que possam prejudicar a saúde, que possam produzir sofrimento ou dor (carne animal), que tenham o poder de afetar o meio ambiente, que sejam socialmente justas (evitam o desperdício e os produtos de custo elevado, pratos elaborados, refinados).Geralmente comem pouco e com parcimônia, adotando umas dietas simples, baratas, frescas, puras, ricas, nutritivas e singelas. Estes são aqueles que comem com consciência. São nitidamente saudáveis e felizes, voltados para o bem estar do próximo, dedicando-se a alguma atividade que seja benéfica para a humanidade. A sua existência favorece a criação de um mundo melhor. Estes são os que atingiram um grau superior de liberdade e têm domínio sobre os seus sentidos. Em contraste, infelizmente, estão aqueles que gravitam a sua vida em torno da comida e do falso prazer obtido pelo sentido da gustação. São, via de regra, infelizes (ou aparentam uma falsa felicidade superficial) glutões, egoístas, insensíveis à fome e ao sofrimento alheios. São enfermos de algum modo, depressivos e dependentes. São inconscientes quanto ao fato de que o que escolhemos para comer produz reflexos profundos em tudo o que nos cerca e influencia, inclusive quanto à condição genética das futuras gerações. Sem entender que a Vida é uma Unidade e uma trama interdependente perfeita, uma pessoa assim contribui para a má condição da biofesra e põe em risco o próprio futuro do planeta. Portanto, por mais estranho que pareça, as nossas escolhas alimentares são um termômetro exato da nossa qualidade espiritual e do nosso discernimento. É maravilhoso, contudo, o fato de já nos colocarmos numa via de ascensão espiritual, simplesmente pelo fato de entendermos e sermos capazes de captar a verdade sobre este assunto. Se bem compreendermos a essência disto, podemos ter a certeza de que cada vez mais depuraremos a nossa consciência alimentar, o que permitirá a expansão da nossa consciência espiritual, ate o ponto em que descobriremos, deslumbrados, que elas são uma só coisa.
Dr Marcio Bontempo